PLANTAS TÓXICAS


Em algum grau, toda planta apresenta alguma toxicidade, mas a denominação plantas tóxicas se aplica àquelas cuja ingestão ou contato provoca sintomas de intoxicação. A intoxicação consiste em uma série de efeitos sintomáticos produzidos quando uma substância tóxica é ingerida ou entra em contato com a pele, olhos ou mucosas . Pela diversidade dessas plantas que vivem ao nosso redor, como plantas ornamentais nas residências, nos jardins e parques, cultivadas ou na sua forma silvestre. Deste modo, fica evidente o risco de intoxicação tanto para o homem como para os animais. A importância do grupo das plantas tóxicas, não está somente nos riscos que possam causar, mas também dos benefícios que podem proporcionar , já que os princípios ativos são o que determina a ação de ambos os tipos, e há plantas medicinais que são tóxicas se ingeridas em excesso

ATENCÃO

AVISO IMPORTANTE

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico. Consulte sempre um profissional da saúde nos locais aqui divulgados

PREVENÇÃO

1 - Mantenha as plantas venenosas fora do alcance das crianças e animais de estimação.

2 - Conheça as plantas venenosas existentes em sua casa e arredores pelo nome e características.

3 - Ensine as crianças a não colocar plantas na boca e não utilizá-las como brinquedos (fazer comidinhas, tirar leite, etc.).

4 - Não prepare remédios ou chás caseiros com plantas sem orientação médica.

5 - Não coma folhas, frutos e raízes desconhecidas. Lembre-se de que não há regras ou testes seguros para distinguir as plantas comestíveis das venenosas. Nem sempre o cozimento elimina a toxicidade da planta.

6 - Tome cuidado ao podar as plantas que liberam látex provocando irritação na pele e principalmente nos olhos; evite deixar os galhos em qualquer local onde possam vir a ser manuseados por crianças; quando estiver lidando com plantas venenosas use luvas e lave bem as mãos após esta atividade.

7 - Em caso de acidente, procure imediatamente orientação médica e guarde a planta para identificação.

8 - Em caso de dúvida ligue para o Centro de Intoxicação de sua região

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Pesquisar este blog

sexta-feira, 19 de junho de 2009

ORIENTAÇÃO AOS PAIS NA INTOXICAÇÃO POR PLANTAS



Atualmente as crianças estão mais em contato com a natureza, passam mais tempo nos parques, jardins e no campo; não deixando de ser uma atitude sadia. As crianças pequenas são as que se deve dar especial atenção, pois pela própria natureza, na ânsia de conhecer e explorar o mundo em que vivem, levam tudo à boca. É num desses momentos que poderá levar uma plantinha bonitinha, atrativa e de um certo modo inofensiva, porém com alto grau de toxidade e perigo. Estas plantas podem estar presentes em qualquer lugar, e pior ainda, desconhecidas pelos próprios pais. Deste modo, os pais devem seguir as seguintes orientações:

1- Conheça as plantas venenosas existentes em sua casa e arredores. Ligue para o Centro de Intoxicação de sua região em caso de dúvidas;
2- Mantenha as plantas venenosas fora do alcance das crianças;
3- Evite preparar remédios ou chás caseiros com plantas medicinais sem orientação médica;
4- Procure imediatamente orientação médica em casos de acidente.
POSSÍVEIS SINTOMAS DE INTOXICAÇÃO
Se a criança entrou em contacto com uma planta que é tóxica poderá ter alguns sintomas reconhecíveis. Para tanto, torna-se imperativo que saiba reconhecê-los para o imediato pronto atendimento por profissionais especializados

ALGUNS SINTOMAS MAIS COMUNS
1-Se a criança apenas tocou na planta, poderá apresentar os seguintes sintomas tópicos:
a) Urticária
b) Ampolas
c) Ulceração
d) Irritação nas mucosas oculares

2-Se a criança ingeriu a planta ou parte dela, apresentará:
a) Náuseas
b) Vómitos
d) Dores abdominais
e) Cãibras
* poderá entrar em estado de coma

PROCEDIMENTOS IMEDIATOS
Examine bem a criança. Caso apresente urticárias ou inchaços, mantenha a calma, evite o pânico. Lave imediatamente a região afetada com água e sabão. Se apresentar algum tipo de inflamação ocular, lave apenas com água. Se a criança ingeriu a planta ou parte dela, imediatamente ligue para o Centro de Informação de sua cidade, informando, sempre que possível a espécie ou característica da planta e a quantidade ingerida. (Os telefones e localidades estão no final do site)

Um comentário:

  1. Gostaria de saber se uma planta que tenho em casa é ou não tóxica, minha filha ingeriu, tenho fotos dela, podria me ajudar? Meu email é aurelia.hubner @gmail.com obrigada.

    ResponderExcluir