PLANTAS TÓXICAS
Em algum grau, toda planta apresenta alguma toxicidade, mas a denominação plantas tóxicas se aplica àquelas cuja ingestão ou contato provoca sintomas de intoxicação. A intoxicação consiste em uma série de efeitos sintomáticos produzidos quando uma substância tóxica é ingerida ou entra em contato com a pele, olhos ou mucosas . Pela diversidade dessas plantas que vivem ao nosso redor, como plantas ornamentais nas residências, nos jardins e parques, cultivadas ou na sua forma silvestre. Deste modo, fica evidente o risco de intoxicação tanto para o homem como para os animais.
A importância do grupo das plantas tóxicas, não está somente nos riscos que possam causar, mas também dos benefícios que podem proporcionar , já que os princípios ativos são o que determina a ação de ambos os tipos, e há plantas medicinais que são tóxicas se ingeridas em excesso


LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico. Consulte sempre um profissional da saúde nos locais aqui divulgados

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Pesquisar este blog

VOCABULÁRIOS DE TERMOS TÉCNICOS

VOCABULÁRIOS DE TERMOS TÉCNICOS
Clique para consultar

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

MANIÇOBA - Manihot glaziovii Muell. Arg.- Planta Venenosa - 66


FAMILIA
Euphorbiaceae.
NOME CIENTÍFICO
Manihot glaziovii Muell. Arg.
NOME POPULAR
Maniçoba.maniçoba-do-ceará
PARTE TÓXICA
Folhas e brotos.
PRINCÍPIO ATIVO
Planta cianogênica, que possui glicosídeo cianogênico como princípio ativo principal, que se torna tóxico ao entrar em contato com enzima específica, presente no trato digestivo, que o hidroliza produzindo desta forma ácido cianídrico, glicose e benzaldeído. Os efeitos tóxicos, se devem por sua vez, ao íon cianeto, proveniente do ácido cianídrico, que atua inibindo a enzima citocromo oxidase, desta forma impedindo que as células recebam oxigênio das hemácias.
SINTOMATOLOGIA
Anóxia cerebral;
Liberam ácido cianídrico causando anóxia celular
1. Distúrbios gastrointestinais: náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarréia, acidose metabólica, hálito de amêndoas amargas.
2.Distúrbios neurológicos: sonolência, torpor,convulsões e coma.
3.Crise típica: opistótono, trismas e midríase.
4.Distúrbios respiratórios: dispnéia, apnéia, secreções, cianose, distúrbios cárdiocirculatórios.
5.Hipotensão na fase final. Sangue vermelho rutilante.
TRATAMENTO
Rápido atendimento médico com exames laboratoriais para detecção de tiocianatos na saliva ou cianeto no sangue e procedimenbtos médicos
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
Árvore de grande porte, com até 20 m de altura, de tronco roxo denegrido. Suas folhas são palmadas, ovais, glabras, verde claras, cobertas de matéria cerosa azulada. As sementes são brilhantes, duras, amarelas, pintadas de castanho.
ORIGEM
Encontrada mas encostas e serras de todo o nordeste do Brasil
Formatação: HRubiales
Fontes:
Jardineiro.net
Débora Gikovate Barg