PLANTAS TÓXICAS
Em algum grau, toda planta apresenta alguma toxicidade, mas a denominação plantas tóxicas se aplica àquelas cuja ingestão ou contato provoca sintomas de intoxicação. A intoxicação consiste em uma série de efeitos sintomáticos produzidos quando uma substância tóxica é ingerida ou entra em contato com a pele, olhos ou mucosas . Pela diversidade dessas plantas que vivem ao nosso redor, como plantas ornamentais nas residências, nos jardins e parques, cultivadas ou na sua forma silvestre. Deste modo, fica evidente o risco de intoxicação tanto para o homem como para os animais.
A importância do grupo das plantas tóxicas, não está somente nos riscos que possam causar, mas também dos benefícios que podem proporcionar , já que os princípios ativos são o que determina a ação de ambos os tipos, e há plantas medicinais que são tóxicas se ingeridas em excesso


LED Scroller Generator

As informações aqui contidas não têm caráter de aconselhamento e muito menos de diagnóstico. Consulte sempre um profissional da saúde nos locais aqui divulgados

TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Pesquisar este blog

VOCABULÁRIOS DE TERMOS TÉCNICOS

VOCABULÁRIOS DE TERMOS TÉCNICOS
Clique para consultar

quinta-feira, 16 de julho de 2009

SAMAMBAIA - Pteridium aquilinum (L.) Kuhn - Planta Venenosa - 42

Broto
Feto arbóreo

Folhagem
Folhagem longa
SAMAMBAIA
FAMÍLIA: Pteridaceae
NOME CIENTÍFICO: Pteridium aquilinum (L.) Kuhn (Sinonímia: Pteris aquilina L.)
NOMES POPULARES: samambaia, samambaia-brava, samambaia-do-campo, samambaia-tóxica, samambaia-venenosa, samambaia-das-taperas, pluma, pluma grande, bracken (em inglês)
PARTE TÓXICA: Folhas
PRINCÍPIO ATIVO:: glicosídeo cianogênico, a tiaminase tipo I
SINTOMATOLOGIA
Os sintomas da intoxicação, que podem aparecer várias horas depois da ingestão são: anóxia celular (cianose), febre, hemorragia na pele (suor com sangue), distúrbios gastrointestinais: náuseas, vômitos, cólicas abdominais, diarréia com sangue, diminuição do número de plaquetas., há uma rápida perda de sangue, coma, podendo ocorrer a morte.
TRATAMENTO
Pronto atendimento, lavagem gástrica e procedimentos para neutralizar o ácido cianídrico.
Ciclo reprodutivo da samambaia
DESCRIÇÃO BOTÂNICA
Pteridium aquilinum var. arachnoideum é uma planta rizomatosa com folhas grandes de 60 a 180 cm de comprimento e 60 a 120 cm de largura, bipinadas, com as pinas profundamente lobadas e glabras ou lanuginosas, ferrugíneas na face dorsal. As folhas formam touceiras densas, ou se estendem ao longo dos rizomas. Normalmente o rizoma e seus rizóforos estão profundamente enterrados, o que permite à samambaia resistir às queimadas. O rizoma atua também como órgão de armazenamento de nutrientes, possuindo propriedades de expansão, o que facilita a colonização e a fixação da planta no solo (Atkinson 1989, Cruz & Bracarense 2004)
ORIGEM: Clima tropical
Fontes:
Débora Gikovate Barg: Faculdade de Ciencias da Saúde de S.Paulo
Wikipédia
www.klickeducacao.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário